Exame de Qualificação Técnica

Exames

CFC abre inscrições para Exames de Qualificação Técnica (EQTs) para peritos e auditores

No dia 15 de maio de 2017, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) abriu inscrições para dois Exames de Qualificação Técnica (EQTs) voltado a profissionais da contabilidade que pretendem fazer parte do Cadastro Nacional de Peritos Contábeis (CNPC) e também para o Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI). Os profissionais que integram o CNAI estão creditados a atuar nas instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil (BCB), pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), observadas suas respectivas habilitações.

No dia 11 de maio de 2017, a Comissão EQT Peritos do CFC esteve reunida para validar as questões da prova que está em sua primeira edição. "O exame é para avaliar o conhecimento técnico dos profissionais e permite criar um cadastro único, que pode ser usado em consultas públicas, principalmente, por órgãos do Judiciário", destaca a conselheira do CFC Sandra Batista.

O CNPC foi criado em março do ano passado, pelo CFC, com o objetivo de oferecer ao Judiciário e à sociedade uma lista de profissionais qualificados que atuam como peritos contábeis. Com o cadastro, é possível identificar geograficamente onde estão os profissionais e também selecioná-los por especialidade.

O CNPC surgiu tendo em vista as recomendações do novo Código de Processo Civil Brasileiro, que determina que os juízes sejam assistidos por peritos, quando a prova do fato depender de conhecimento específico, e que os tribunais consultem os conselhos de classe para formar um cadastro desses profissionais.

"Conhecimento técnico é obrigação do profissional da contabilidade que, cada vez mais, precisa demonstrar sua qualificação para atender às novas exigências do mercado", avalia o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC, Nelson Zafra.

Para participar do CNPC, o profissional precisa ter sido aprovado no EQT ou, até dezembro de 2017, comprovar experiência na área.  Já a partir de 2018, a única forma de fazer parte do CNPC será por meio do Exame de Qualificação Técnica.

Já o EQT para os auditores está em sua 17ª edição. As inscrições para ambos os exames vão até 30 de junho e custam R$ 150. As provas serão realizadas em agosto, conforme calendário do edital.

Para acessar o edital da 17ª Edição do Exame de Qualificação Técnica de auditores clique aqui.

Para acessar o edital do 1º Exame de Qualificação Técnica para Perícia Contábil clique aqui.

Fonte: Comunicação CFC - Joana Wightman.

CFC publica editais para o Exame de Qualificação Técnica

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) publicou, em 2 de março de 2017, os editais para a realização do Exame de Qualificação Técnica (EQT) deste ano. Os candidatos poderão se inscrever de 15 de maio a 30 de junho de 2017, no portal do CFC. As provas serão realizadas de 21 a 25 de agosto de 2017, das 14h às 18h, no horário de Brasília.

Como nos anos anteriores, o primeiro dia (21 de agosto) será dedicado à prova de Qualificação Técnica Geral, obrigatória para todos que pretendam ser inscritos no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI). Do segundo ao quarto dia serão realizadas as provas específicas para atuação nas entidades reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no dia 22; pelo Banco Central do Brasil (BCB), dia 23; e pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), em 24 de agosto.

Este ano, a novidade será a realização do 1º Exame de Qualificação Técnica para peritos contábeis (EQT-Perícia), em 25 de agosto. A prova, instituída pela Resolução n.º 1.502, de 19 de fevereiro de 2016, irá conceder aos aprovados a inscrição no Cadastro Nacional de Peritos Contábeis (CNPC) sem a necessidade de comprovação de experiência prévia na área. E a partir de 1º de janeiro de 2018, a aprovação será obrigatória para o registro no CNPC.

Mais informações sobre o Exame de Qualificação Técnica podem ser conferidas nos portais do CRCSP e do CFC.

Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI)

Criado pela Resolução CFC n° 1.019, de 18 de fevereiro de 2005, o CNAI surgiu como resposta à exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e do Banco Central do Brasil (BCB) de realização de exame de qualificação para os auditores que atuam nas áreas reguladas por esses órgãos. Posteriormente, a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) também passou a exigir a aprovação no Exame dos contadores interessados em atuar em auditorias nas instituições que regula.

A Resolução CFC nº 1.147/08 altera os itens 5.2.2 e 5.6.1 da NBC P 5 e o art. 3º da Resolução CFC nº 1.019/05, sendo que este ultimo dispõe sobre a forma automática no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).